Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2011

O acesso a métodos anticoncepcionais seguros é a principal forma de evitar o aborto

Segundo informações de Ministério da Saúde, foram distribuídas gratuitamente 50 milhões de cartelas de Pílulas Anticoncepcionais. Este número equivale a 3.846.154 casais-ano-proteção. Isto quer dizer que quase 4 milhões de casais evitaram uma gravidez não desejada, apenas com a ação do ministério da saúde. Como pelo menos 10% das gravidezes não-desejadas resultam em aborto, cerca de 400 mil abortos foram evitados.O acesso a métodos anticoncepcionais seguros é a principal forma de evitar o aborto e por isso deve ser ampliada a cobertura anticonceptiva.

O que fazer com os embriões não utilizados e vencidos?

O que fazer com os embriões não utilizados e vencidos? A resolução editada pelo Conselho Federal de Medicina fixa novas regras para a reprodução assistida. Nas novas regras é permitido o uso post-mortem de sêmen, óvulo ou embrião e estabelecer o número de embriões que podem ser implantados, em função da idade da mulher. E o que fazer com os não implantados: seria uma nova forma de aborto? Modifica o conceito de vida? Este é um bom tema para discussão.

A primeira página, inteira, está a venda.

Fomos surpreendidos com a re-edição na primeira página (Valor) no dia 12 de janeiro, do “Jornal do Comércio”, de 19 de Janeiro de 1861.Nele, em destaque a “Criação de uma Caixa Econômica”.Seria mais uma “grande jogada” publicitária, se não representasse também uma grande mancada jornalística. Pode ser entendido como uma sinalização para o mercado: a primeira página, inteira, está a venda. Cada vez mais o anúncio substitui o conteúdo...