Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

Existe morte... depois da morte.

Imagem
Por Marcio Schiavo A discussão é antiga. Muito antiga. A vida após a morte é um mistério. Para muitos. Não para Luzia, exposta que estava a curiosidade pública e ao olhar apurado da ciência, repousada na eternidade conquistada por ser o mais antigo ancestral da presença humana na américa. reconstituição do rosto de Luzia evidenciando a sua morfologia não-mongoloide L uzia tinha 12.000 anos, comprovaram os arqueólogos. E a cada visita, o observador mais atento emprestava-lhe a vida e com ela viajava no tempo, procurando imaginar como tinha sido sua existência. Que sabedorias guardava Luzia, capaz de sobreviver a tantos séculos. Como companhia, Luzia convivia com muitos outros fósseis pré-históricos, de animais e vegetais, seres vivos que testemunharam as muitas mudanças pelas quais nossa morada – a Terra, passou. Geoceno e Antropoceno compartindo um mesmo espaço, ao mesmo tempo, numa comunhão entre a geografia e a história. Também presentes nesta rara comunidade, a col